Arquitetura sustentável: o que é e quais são seus benefícios

Assim como em outras áreas, o conceito de sustentabilidade vem ganhando espaço em todas as etapas da construção civil. E por isso, tem se tornado cada vez mais comum ouvir falar sobre arquitetura sustentável.  

Se você está pensando em construir ou reformar uma edificação corporativa, comercial ou residencial e se interessa em fazer isso causando os menores impactos ao meio ambiente, este conteúdo pode ajudá-lo. Confira! 

O que é arquitetura sustentável

Também chamada de arquitetura verde, a arquitetura sustentável é aquela que, em seus projetos, busca conformidade com práticas ecologicamente corretas.

Esse segmento da arquitetura procura minimizar os impactos causados pelas edificações ao ecossistema que as rodeia. Para isso, prefere a utilização de matérias-primas renováveis, prima pela reutilização de materiais e evita o uso de produtos e substâncias que causem poluição e outros maus à Natureza.

O que caracteriza as construções sustentáveis 

Uma construção para ser considerada sustentável deve observar os seguintes critérios:

Local da obra: a obra deve preservar as áreas naturais ao seu redor e oferecer fácil acesso a serviços básicos, reduzindo a necessidade do uso de automóveis, por exemplo.

Posição do imóvel: um projeto de arquitetura sustentável deve propor o melhor aproveitamento da luz solar, do sombreamento e da ventilação, diminuindo a necessidade de iluminação artificial e de aparelhos como aquecedor e ar-condicionado.

Escolha dos materiais: obras de arquitetura sustentável devem utilizar materiais fabricados de forma limpa, a partir de matérias-primas naturais ou disponíveis em abundância na Natureza. Nesse tipo de construção usa-se também materiais reciclados e reutilizáveis.

Otimização do uso de energia: construções sustentáveis primam pela instalação de painéis fotovoltaicos (que convertem a energia solar em elétrica) e de sistemas de aquecimento solar, já que eles levam à redução do consumo de energia elétrica.

Reaproveitamento de água: a água é um recurso natural precioso e um projeto de arquitetura sustentável deve considerar seu reaproveitamento, com a instalação de sistemas de captação, tratamento e reuso de água da chuva.

Quais são os benefícios da arquitetura sustentável

De acordo com o Conselho Internacional da Construção (CIB), a construção civil é o setor da economia que mais consome recursos naturais e utiliza energia, gerando um grande impacto ambiental.

Por sua vez, a arquitetura sustentável reduz a produção de resíduos, pois esses são separados para que aconteça a reciclagem correta. Além disso, em projetos de construção civil que adotam práticas ecologicamente corretas são desenvolvidas a consciência ambiental, a salubridade e o bem-estar de quem trabalha na obra e de quem utiliza a edificação.

As construções que seguem regras de arquitetura sustentável, sejam elas comerciais, empresariais ou residenciais, por primarem pelo uso consciente de recursos como água e energia, também oferecem o benefício da economia com contas de luz e água. 

E para as empresas, há ainda o Índice de Sustentabilidade Empresarial, iniciativa que pretende estimular investimentos relacionados às demandas de desenvolvimento sustentável e motivar a responsabilidade ética das corporações através de boas práticas empresariais. Assim, adotar um projeto de arquitetura que respeite o meio ambiente é também um investimento para o negócio!

Esperamos que nosso conteúdo sobre arquitetura sustentável tenha tirado suas dúvidas sobre o tema. Para ver outros textos sobre arquitetura, engenharia e gestão de obras, acompanhe as publicações aqui, no blog da Iplan!

Rolar para cima
× Orçamento